fbpx

Como uma cidade electrificou a sua frota para melhorar o meio ambiente e poupar custos operacionais

Como uma das primeiras 12 cidades a assinar o Pacto Europeu para reduzir as emissões de carbono em pelo menos 40% até 2030, esta grande cidade do sul da Europa com 250.000 habitantes deu um passo em frente e prometeu reduzir a poluição do ar em metade.

Um dos primeiros focos onde se procurou causar impacto foi na frota municipal de 250 veículos. Em 2019, a cidade lançou uma convocatória para fornecedores e gestores de frota com quatro objetivos principais:

Fazer uma análise de custos de eletrificação dos veículos, com um plano para determinar quais os veículos que farão a transição.
Implementação, rastreamento e gestão de veículos de frota e postos de carregamento.


Centralizar os dados do veículo e de carregamento para uma melhoria contínua do desempenho.
Medir a redução das emissões de carbono e outros benefícios associados a sustentabilidade.

Após o concurso público, a cidade escolheu uma grande empresa internacional de leasing de veículos para fornecer e gerir os veículos, e a Go With Flow para fornecer a plataforma tecnológica que iria cumprir os objetivos do projecto.

Para dar início à iniciativa, a equipa da Flow incorporou dispositivos IoT na frota existente do cliente para avaliar o uso do veículo, quilómetros feitos, rotas percorridas, uso típico de combustível e preferências do motorista. Esses dados, combinados com outros factores, como renovações de leasing, custos de veículos e despesas antecipadas com combustível, foram usados ​​para criar um Plano de Electrificação da Frota.

A Flow e o cliente determinaram que a cidade poderia converter imediatamente 65% da sua frota em veículos eléctricos (VE) ou híbridos elétricos plug-in (PHEV), removendo de facto 163 veículos movidos a gás e diesel das estradas desde o primeiro dia.

ponte-porto

Com essa composição de frota, a equipa desenvolveu então uma infraestrutura de carregamento que incluía 200 postos de carregamento. O que forneceu não apenas amplos recursos para carregar veículos municipais dependendo da procura, bem como veículos pessoais dos funcionários, mas também estabeleceu as bases para expandir de forma económica as possibilidades de carregamento para o crescimento futuro da sua frota de EV e para adicionar opções de micromobilidade, como bicicletas eléctricas e scooters.

Hoje, a equipa de gestão de frota da cidade usa a plataforma Flow SMM como painel para gerir e manter toda a sua frota de veículos com motor de combustão tradicionais, VEs e PHEVs e a infraestrutura de energia e abastecimento da qual depende.

A visibilidade em tempo real de cada activo dá-lhes a oportunidade de planear “e se” cenários – por exemplo, podem observar o impacto de adicionar ou alterar um veículo com base em todos os factores, desde o custo do veículo até o custo do aluguer ao longo do tempo.

O que inclui não apenas o retorno do investimento financeiro na electrificação da frota. POdem também medir a redução contínua das emissões de carbono e o impacto de cada viagem, dando aos gestores séniores uma visão única dos efeitos positivos da sua solução de mobilidade sustentável, juntamente com a capacidade de tomar decisões em tempo real para economizar custos ou reduzir emissões.

Ao adoptar esta abordagem centrada em dados para mobilidade sustentável e ao fazer a transição dos veículos com combustível tradicional para VEs e PHEVs, esta cidade reduziu as emissões de carbono em 290 toneladas métricas no primeiro ano. E, com base nas conclusões da Flow de que um EV custa cerca de 225 € anualmente menos para manter e abastecer do que um veículo ICE, a cidade está a economizar cerca de € 37.000 por ano.

porto-portugal
Share this content
Copied!
Subscribe to newsletter

Please tick this box to sign up. By doing so, you agree to our privacy policy.

SOBRE A FLOW

A GoWithFlow com a sua plataforma de Gestão de Mobilidade Sustentável (GMS) ajuda empresas a gerir a transição da sua frota para veículos de baixa ou zero emissão enquanto reduzem os custos gerais de energia e frota. O GMS da Flow fornece uma visão integrada de dados dos veículos e energia, permitindo que gestores de frota e instalações planeiem e operem uma rede heterogénea de veículos eléctricos e de combustão, juntamente com a gestão de consumo de combustível e eletricidade. Eleita a melhor startup de tecnologia limpa de Portugal em 2020, a accionista maioritária da Flow é a Galp, uma das empresas de energia Europeias que lidera a transição para energias renováveis e combustíveis sustentáveis.

Get in touch
*

*

*

*