fbpx

Qual é o custo de não fazer a transição para uma frota eléctrica?

As organizações enfrentam múltiplos desafios quando se trata de iniciativas de sustentabilidade, incluindo a forma como gerem e mantêm a sua frota empresarial ou institucional de veículos.

Para CFOs, Profissionais de Vendas e Gestores de Frota responsáveis por metas fiscais, ambientais e de sustentabilidade, no entanto, a transição de veículos movidos a gasolina e diesel pode corresponder a pelo menos três objetivos principais.

Poupar dinheiro enquanto salva o planeta

É difícil encontrar uma empresa, instituição ou entidade governamental que não esteja a trabalhar para algum tipo de objetivo de sustentabilidade, desde as Nações Unidas com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que incluem Cidades e Comunidades Sustentáveis ​​e Acção Climática para combater as mudanças climáticas, até iniciativas locais como a Iniciativa de Mobilidade Urbana Transformativa (TUMI).

CFOs e equipas são afectados diretamente por estes esforços. Pode ser seguro dizer que todos querem fazer a coisa certa, mas é uma conversa mais difícil se a coisa “certa” custa significativamente mais do que a coisa “normal”.

Vejamos a eletrificação de frota como um exemplo onde as inovações e a procura levaram à quase paridade de custos entre a maneira antiga, por exemplo, um veículo com motor de combustão interna (ICE) tradicional e um novo veículo movido a eletricidade ou híbrido.

Não só os custos de aquisição ou leasing são praticamente os mesmos, mas o custo total a longo prazo de possuir um elétrico (EV) ou um híbrido plug-in a gasolina/elétrico (PHEV) é efectivamente inferior ao de um veículo ICE tradicional devido à redução de custos de manutenção. Um estudo da Universidade do Michigan calculou o TCO da eletricidade em menos de US $490 por ano nos Estados Unidos, quase 60% menos do que o custo anual estimado de US $1.117 para possuir e conduzir um veículo a gasolina.

Com as inovações na produção de eletricidade que devem reduzir o preço da eletricidade e as tecnologias da bateria, estendendo a vida útil e a capacidade de armazenamento de uma carga, os custos de eletricidade deverão continuar a cair.

Agora, combinemos o potencial de economia de custos com o imediato – no minuto em que faz a transição de um veículo para EV – terá uma redução de emissão de CO2, uma vitória para os negócios e também para o meio ambiente.

frota electrica

A Mobilidade sustentável é uma vitória rápida para a redução da poluição no ar

De acordo com a Agência Internacional de Energia, as emissões de transporte – principalmente rodoviário, ferroviário, aéreo e marítimo – correspondem a quase um quarto (24%) das emissões globais de CO2.

O Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) descobriu que 50% das milhas de veículos viajadas globalmente são atribuídas a pessoas em movimento. Mesmo se tivéssemos apenas o objetivo de tornar a deslocação diária em zero emissão, isso removeria 880.000 toneladas de dióxido de carbono da atmosfera, com base nos 6,7 mil milhões de milhas de veículos estimados atribuíveis a pessoas que vão e voltam do trabalho.

Agora, a pandemia mostrou-nos – em tempo real – qual poderia ser o impacto da redução de viagens relacionadas ao transporte de passageiros: as emissões globais de CO2 caíram 5,8% em 2020, a maior redução desde a Segunda Guerra Mundial.

Cada automóvel de passageiros emite em média 4,6 toneladas métricas de dióxido de carbono todos os anos. Isso é o equivalente a reciclar 1,6 toneladas de lixo em vez de enviá-lo para aterro e de plantar 2,5 hectares de floresta para compensar a poluição.

O facto é que remover até mesmo um veículo tradicional faz a diferença, e cidades e empresas podem ter um impacto dramático, quase imediato, quando fazem a transição para frotas elétricas e híbridas.

Torne-se parte de uma rede comercial sustentável

Na década de 1990 e no início de 2000, o Walmart estava entre as empresas que abriram caminho para revolucionar a gestão da cadeia de abastecimento. Ao exigir que os seus parceiros comerciais correspondessem a metas rígidas de stock e distribuição, mudou efetivamente a forma como os fabricantes colaboravam com os seus parceiros e como trabalhavam na cadeia de abastecimento com os seus parceiros.

Quando se trata de sustentabilidade, esse mesmo tipos de preocupações estão a mudar os negócios e as relações comerciais em todo o mundo.

Para citar apenas um exemplo, uma grande empresa global de café que oferece serviços de entrega em todos os países para os quais envia as suas cápsulas de café. Além dos seus próprios objetivos de se tornarem 100% neutros em carbono, também definiram metas de sustentabilidade para os seus parceiros de entrega. Parceiros comerciais que não conseguem cumprir perdem a parceria.

Para manter o cliente, o parceiro Português realizou imediatamente um estudo da sua frota corporativa para determinar que os veículos poderiam ser electrificados e em quanto tempo. Foram levados em consideração factores como distância das rotas, horários de entrega, disponibilidade de postos de carregamento e necessidades do cliente. Descobriu que 90% da frota da empresa, 3.900 veículos, poderiam ser transferidos para eléctricos imediatamente.

Analisando este exemplo em contexto. A remoção de 3.510 veículos movidos a gasolina e diesel das estradas removerá quase 18.000 toneladas de dióxido de carbono do ar. E a empresa conseguiu manter o seu contrato com um cliente lucrativo.

Este é apenas um parceiro comercial.

Junte-se ao Movimento de Transição de Frotas

Não são apenas as empresas que requerem que os seus parceiros comerciais adoptem uma mobilidade mais sustentável. Os governos de todo o mundo estão a exigir comportamentos de emissões zero e reduzidas para zonas urbanas e arredores.

E estudos têm demonstrado que empresas com práticas de negócios sustentáveis ​​geralmente têm funcionários mais felizes, são capazes de atrair e reter funcionários de todas as idades e senioridades e parecem encontrar funcionários melhores e mais talentosos.

Para CFOs e Chefes de Venda que tomam decisões críticas para os negócios, uma transformação de frota oferece uma resposta de curto prazo que reduzirá o custo total da mobilidade, enquanto descarboniza a pegada de mobilidade da organização e contribui para uma cultura de empresa preparada para novas oportunidades e crescimento.

mobility
Share this content
Copied!
Subscribe to newsletter

Please tick this box to sign up. By doing so, you agree to our privacy policy.

SOBRE A FLOW

A GoWithFlow com a sua plataforma de Gestão de Mobilidade Sustentável (GMS) ajuda empresas a gerir a transição da sua frota para veículos de baixa ou zero emissão enquanto reduzem os custos gerais de energia e frota. O GMS da Flow fornece uma visão integrada de dados dos veículos e energia, permitindo que gestores de frota e instalações planeiem e operem uma rede heterogénea de veículos eléctricos e de combustão, juntamente com a gestão de consumo de combustível e eletricidade. Eleita a melhor startup de tecnologia limpa de Portugal em 2020, a accionista maioritária da Flow é a Galp, uma das empresas de energia Europeias que lidera a transição para energias renováveis e combustíveis sustentáveis.

Get in touch
*

*

*

*